TDAH: “Fator de risco para vício em tecnologia”, via jornal Bom Dia

O mundo mudou, definitivamente. Hoje, ele cabe na palma da mão, nos chamados smartphones. Entretanto, a mesma tecnologia que facilita a vida diária, também pode agravar sintomas de alguns transtornos psiquiátricos, como o TDAH e até mesmo criar dependência de seu uso.

Essa foi a conclusão de uma revisão de 38 artigos científicos feita pelo especialista internacional em TDAH, Dr. Atilla Ceranoglu, Diretor do Serviço de Psiquiatria do Hospital for Children, em Boston, nos Estados Unidos. O estudo também mostrou que ter TDAH é um fator de risco para usar a tecnologia de forma excessiva.

Os resultados foram apresentados no “Meeting of Minds X”, evento científico dedicado ao TDAH, que aconteceu na Espanha, no último mês de abril e discutiu as novidades sobre o transtorno. A neuropediatra, Andrea Weinmann, do Hospital Universitário da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, participou do evento que contou com especialistas em TDAH de várias partes do mundo, incluindo do Brasil.

TDAH x Tecnologia

O estudo foi uma revisão da literatura e confirmou que as crianças com TDAH apresentam dificuldades para limitar e monitorar o uso das tecnologias. Quando comparadas a crianças sem o transtorno, elas tendem a passar mais tempo jogando, por exemplo.

“Essa falta de limites está relacionada às próprias características do TDAH, como dificuldade de gerenciar o tempo, dificuldade de se organizar, de priorizar as atividades, assim como dificuldade para regular a impulsividade. Outra revelação importante é que o uso excessivo da tecnologia também afeta o rendimento escolar, principalmente nas crianças que passam mais de uma hora por dia jogando”, comenta Andrea.

O tempo também foi avaliado. Os efeitos na saúde mental e nas funções cognitivas estão ligados à quantidade de horas de uso de jogos ou de outras tecnologias. As crianças que jogaram 96 minutos ou mais por dia foram as que apresentaram os piores desempenhos e agravamento dos sintomas do TDAH.

Para ler a reportagem completa, acesse:

http://www.jornalbomdia.com.br/noticia/22939/fator-de-risco-para-vicio-em-tecnologia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *